Rijkaard não queria Ronaldinho, segundo livro

Hoje o técnico do Barcelona, o holandês Frank Rijkaard, não poupa elogios a Ronaldinho Gaúcho. Mas segundo o ex-vice-presidente do clube Sandro Rosell, o treinador foi contra a contratação do jogador, em 2003. Segundo o diário espanhol "As", Rosell conta a história no livro "Bem-vindo ao mundo real", que será lançado na Espanha no próximo dia 19. A publicação revela que Rijkaard não queria Ronaldinho no clube porque não sabia onde aproveitá-lo no esquema do time. Rosell, que também levou Deco ao Barcelona, afirma que foi ele quem acabou insistindo pela contratação de Ronaldinho e concretizou a negociação mesmo contra a vontade de Rijkaard. Ainda de acordo com o autor, em 2003, partiu do presidente do clube, Joan Laporta, a idéia de substituir Rijkaard por Felipão. Na época, a equipe vinha mal no Espanhol, com 14 pontos a menos que o Real Madrid.

agoramaranhao.com

00:00 - 07/04/2006






Desenvolvido por Adriano Marinho