Mágica de Messi resolve, e Barça abre vantagem sobre nervoso Real

Messi comemora o primeiro gol do Barcelona na vitória desta quarta-feira sobre o Real (Foto: AFP)

No terceiro ato dos duelos entre Real Madrid e Barcelona, Lionel Messi foi quem ditou o ritmo e bateu o português Cristiano Ronaldo. Na tarde desta quarta-feira, o argentino marcou os dois gols da vitória do Barcelona por 2 a 0 sobre o Real Madrid, no Santiago Bernabéu, na partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões. A expulsão do brasileiro naturalizado português Pepe e o escorregão do lateral-esquerdo Marcelo no lance do primeiro gol facilitaram o triunfo do time catalão. O jogo de volta acontecerá na próxima terça-feira, no Camp Nou. 

 

Para se garantir na decisão da Liga dos Campeões, o Barcelona pode perder até por um gol de diferença na partida de volta no Camp Nou. Para não depender da prorrogação ou dos pênaltis, o Real Madrid necessita vencer por três de diferença. O vencedor do duelo enfrentará o Manchester United ou Schalke 04 na final do torneio, em Wembley. No jogo de ida, os Diabos Vermelhos bateram os alemães por 2 a 0, em Gelsenkirchen.

 

Em campo, o duelo não foi diferente das declarações da véspera dadas por José Mourinho e Pep Guardiola. Enquanto o português acusou o espanhol de reclamar dos acertos da arbitragem, o treinador do time catalão afirmou que a resposta seria dada dentro de campo. E foi aí que o Barcelona calou o Santiago Bernabéu: com futebol.

 

O estádio, que por sinal, estava vestido de branco para o clássico. As faixas nas arquibancadas já demonstravam o espírito dos merengues para o duelo. Em uma delas, a paixão estava estampada para os rivais perceberem que estavam chegando para uma guerra: "Vivemos por você! Vença por nós!". Na outra, a expectativa pela final da Liga dos Campeões, em Wembley: "Até a final, vamos Real!"


Globo Esporte

17:50 - 27/04/2011






Desenvolvido por Adriano Marinho