Estudantes da Uema reclamam de dificuldade para pegar ônibus

Estudantes do turno da noite da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), na capital, reclamam de dificuldades para pegar o ônibus no campus, após o fim das aulas. Segundo os alunos, o horário do último ônibus não está sendo cumprido regularmente.

Depois da aula, eles ainda enfrentam uma longa caminhada e uma incômoda espera. À noite, tudo fica ainda mais perigoso. São áreas escuras e desertas.

Os universitários reclamam que sempre são obrigados a andar muito para pegar o ônibus fora do campus, porque o ônibus da linha que entra na universidade nem sempre sai no horário. A última viagem deveria ser às 22h, mas, depois das aulas, na hora de voltar pra casa, eles contam que muitas vezes não podem contar com o coletivo.

No dia que a reportagem foi feita, o grupo de universitários mais uma vez foi pego de surpresa. Ficaram sem o último ônibus da noite que faz linha para a Uema e tiveram que pegar outro fora do campus. "O fiscal não fica até o final, não fica para olhar se os motoristas estão saindo, se eles estão respeitando o horário", reclamou o estudante João Sousa.

Na parada final do ônibus dentro do Campus da Uema não havia ninguém da empresa para dar informações.

A Secretaria de Trânsito e Transportes de São Luís informou que o ônibus que faz linha dentro do campus da Uema circula à noite nos horários de 22h, 22h20 e 22h40, e que esses horários estão sendo cumpridos, mas, diante das denúncias mostradas na reportagem, vai realizar uma fiscalização.

A empresa Menino Jesus de Praga, que faz o trajeto para o campus da Uema, disse que só esta tarde vai se manifestar sobre as reclamações dos estudantes.


G1

16:19 - 05/07/2013






Desenvolvido por Adriano Marinho