SES garante atendimento a gestantes na Santa Casa de Misericórdia

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) assumiu o custo de funcionamento de 55 leitos da Santa Casa de Misericórdia do Maranhão - com o pagamento de profissionais, medicamentos, equipamentos, alimentação e limpeza - para que essa unidade de saúde possa atender, com qualidade, gestantes e seus bebês, enquanto perdure a reforma da Maternidade Benedito Leite.

 

O acordo foi firmado há 30 dias, – data do início dos serviços de melhoria da infra-estrutura do Complexo Estadual Materno Infantil, que inclui o Hospital Infantil Juvêncio Matos – e possibilitou a abertura de 13 leitos a mais do que os existentes na Benedito Leite.

 

A gestora de Ações e Serviços de Saúde da SES, Socorro Bispo, explicou que a Santa Casa estava com leitos desativados e, antes das transferências dos serviços da Maternidade Benedito Leite, foram implantados leitos obstétricos e berços para recém nascidos (que não existiam na unidade de saúde), sala de reanimação de recém nascidos e serviço social e farmácia. “Também disponibilizamos serviços de pareceres médicos, exames especializados, serviços de imunização e coleta de leite, necessários ao bom funcionamento da unidade”.

 

Socorro Bispo contestou a informação dada em encontro na Assembléia Legislativa, de que há superlotação da Santa Casa de Misericórdia em virtude do aumento da demanda. “Equipamos leitos que estavam desativados e colocamos todo o corpo médico e equipamentos para atender as gestantes”, informou.

 

De acordo com Socorro Bispo, a SES, por meio do Complexo Estadual Materno Infantil, é a responsável pelo pagamento dos pediatras, obstetras, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais, enfermeiras e todos os demais funcionários operacionais necessários para o bom andamento dos serviços prestados na Santa Casa de Misericórdia do Maranhão.

O diretor do Complexo Materno Infantil, Claudio Araújo, disse que os serviços de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) neonatal e do método Mãe Canguru continuam sendo oferecidos no Juvêncio Matos. “Os recém nascidos oriundos da Santa Casa que necessitam de internação em UTI neonatal são transferidos para a UTI do Juvêncio Matos”.


SES

11:27 - 23/08/2013






Desenvolvido por Adriano Marinho