Buriticupu: Bira condena prisão arbitrária do ex-deputado Vila Nova

Na manhã desta quarta-feira (13), o deputado Bira do Pindaré (PSB) recebeu em seu gabinete na Assembleia legislativa do Maranhão o ex-deputado Luís Vila Nova. Vila apresentou uma denúncia gravíssima ao deputado Bira.

Vila Nova afirmou ao deputado Bira que, na última sexta-feira (08), aniversário da cidade de Buriticupu, quando exercia livremente o seu direito de protestar, de criticar administração municipal, foi preso arbitrariamente a mando do prefeito daquele município.

Bira lembrou que Vila Nova foi deputado duas vezes na Casa legislativa, nunca abandonou a luta do povo e ousa continuar defendendo o povo, criticando as arbitrariedades e as irregularidades. Na oportunidade foram presos o ex-deputado e sua esposa.

“Aí eu pergunto: que município é esse? Que prefeito é esse? Em que tempo ele está vivendo? Com certeza não é o tempo nosso da democracia. A cabeça dele ainda está no tempo da ditadura, quando ele acha que pode, simplesmente porque alguém decidiu protestar, mandar prender qualquer um. Mas agora ele pegou em fio pelado, porque Vila Nova não é homem para ser preso e ficar calado”, protestou Bira.

Após ser solto, Vila Nova voltou a protestar contra a Prefeitura, que resolveu vender abadá para as pessoas participarem da festa de aniversário da cidade. Para Vila não fazia sentido a Prefeitura cobrar da população, tendo em vista que era dinheiro público que estava bancando as festividades.  

“Eu tenho que vir aqui prestar a minha solidariedade a esse companheiro pela sua história, pelo seu valor, pelo seu significado e pela sua postura, porque é merecedor do nosso respeito, nunca se calou e nunca se rendeu a quem quer que seja, sobretudo, àqueles que continuam servindo de maneira opressora, agindo contra o nosso povo e a nossa gente. Polícia é para quem precisa. O deputado Vila Nova merece respeito”, concluiu Bira.


Gregorio Dantas

16:54 - 13/11/2013






Desenvolvido por Adriano Marinho