Polícia Civil e Aged apreendem 10 toneladas de queijo clandestino em Buriticupu

Caminhão com a carga clandestina no pátio da delegacia

Fiscais da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) foram acionados esta semana, pela Polícia Civil, no município de Buriticupu, para realizarem os procedimentos técnicos e a comprovação do transporte de carga clandestina que resultou na apreensão de mais de 10 toneladas de queijo e uma pequena quantidade de carne bovina que era transportada em um caminhão que teria como destino Teresina.

Segundo a Polícia Civil, para não despertar nenhuma suspeita e burlar a fiscalização, a carga clandestina foi escondida em meio a dezenas de caixotes utilizados para transportar tomates.

O caminhão que foi levado para o pátio da delegacia, era conduzido por um homem que, em depoimento à polícia, disse que a carga da qual o mesmo assumiu ter parte, seria levada para comercialização em Teresina.

O queijo apreendido pertencia a pelo menos mais 10 pessoas, já identificadas. Ficou constatado ainda que a carne apreendida pertence ao motorista do caminhão.

Todos os identificados foram multados e após a conclusão da lavratura do flagrante, a mercadoria apreendida foi incinerada.

O diretor geral da Aged, órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), Fernando Lima, afirmou que esta ação permite que o órgão cumpra com sua missão, que é a de zelar pela saúde da população, fazendo com que chegue à mesa do consumidor alimentos de qualidade.



Aged/Sagrima

10:44 - 10/01/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho