Excesso de barulho pode prejudicar saúde de animais de estimação

Em época de Copa do Mundo, a comemoração após os jogos podem motivar gritos e fogos de artifício. A comemoração, porém, pode assustar animais de estimação e chegar, na pior das hipóteses, a matar o bichinho de uma parada cardíaca.

Na casa do estudante Luís Guilherme, a cadela Lana e o cãozinho Bob recebem muita atenção em dias de jogos do Brasil para tentar afastá-los do barulho dos fotos, comuns nas comemorações. “A Lana é mais quieta, deve ser por conta da idade, mas o Bob fica muito agitado, começa a correr de um lado para o outro e se encolhe, tremendo, perto da gente”, explica o estudante.

Os problemas que afetam, principalmente cães e gatos, vão desde estresse emocional até uma possível parada cardíaca. “Já teve caso de óbito de animais, com ataques cardíacos e até crises convulsivas”, explica a veterinária, Mirian Moraes.

É possível evitar os sustos. Basta seguir o conselho da especialista e ter dedicação na hora de pensar no bem estar dos animais tratados como integrantes da família. “É bom proteger animal, colocando-os em ambientes mais fechados, com uma música mais calma para amenizar o barulho externo, por exemplo”, sugere.


G1

15:21 - 18/06/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho