Ambulâncias do SAMU sem condições de tráfego serão leiloadas em Imperatriz

Com a renovação da frota em 2014, as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Imperatriz que não apresentam mais condições de tráfego por desgaste pelo tempo de uso serão leiloadas. Os veículos encontram-se estacionados no pátio da Prefeitura Municipal da cidade aguardando a conclusão das exigências legais para a realização do leilão.

De acordo com a lei um dos critérios levado em consideração para descarte de um veículo é o período mínimo de uso compreendido de três anos ou quilometragem mínima de 300.000 rodados, ou o que ocorrer primeiro.

As ambulâncias que estão no pátio da Prefeitura de Imperatriz não prejudicam o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, pois o quantitativo que a secretaria disponibiliza atende  à população de Imperatriz e região. "Das ambulâncias da nova frota apenas uma está parada devido não ter mais condições de circular, pois foi dada perda total do veículo em um acidente em que ela esteve envolvida", informa o secretário de Administração do Município, Iramar Cândido.

"Utilizar veículos que não têm as mínimas condições de tráfego é colocar em risco a vida dos pacientes que estão sendo transportados e não podemos compactuar com isso", afirma o prefeito Sebastião Madeira ao falar sobre o processo de leilão já em tramitação.

Além das ambulâncias, cerca de 20 veículos, entre carros e motos, estão inclusos neste processo, a maioria sucatas.


17:17 - 17/12/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho