Estado dá continuidade à agenda de diálogo para melhoria da segurança pública

O Governo do Estado deu continuidade nesta semana à agenda de diálogo para melhoria da segurança com a articulação dos diversos setores do sistema e da sociedade. As ações estão sendo conduzidas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) que realizou reuniões com as entidades de classe ligadas aos policias e comerciantes do Centro Histórico.

 

Com a presença de gestores da SSP, o secretário Jefferson Portela conversou na noite de terça-feira (15) com moradores e comerciantes do Centro Histórico. Ele detalhou as ações que estão sendo desenvolvidas na área através das operações ‘Fecha Quartel’ e ‘Varredura’ e reafirmou que será instalada uma base comunitária da Polícia Militar composta por membros da Companhia de Turismo Independente (CPTurInd).

 

“Vocês moradores são nossos grandes aliados no combate à violência e a insegurança. É fundamental o bom relacionamento entre todos para que os resultados positivos sejam alcançados. Juntos faremos um sistema de segurança melhor”, destacou o secretário.

 

Para a conselheira comunitária Gerlandia Benedita Teixeira, o momento é considerado ímpar. “Estamos agora diante de uma gestão que não apenas fala, mas ouve e se faz presente junto à população. Precisamos participar mais e dessa vez isso está sendo possível”, pontuou.

 

Essa é a segunda visita de representantes da SSP ao Centro Histórico. Na semana passada, o secretário esteve presente acompanhado de uma comitiva composta por membros das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, além de secretários municipais de São Luís, analisando os pontos principais para reforço da segurança e revitalização do local.

 

 

Entidades de classe

 

O diálogo para um sistema de segurança eficiente tem sido estabelecido também com as entidades de classe ligadas à segurança, que foram recebidas esta semana pela SSP e pela Secretaria de Gestão e Previdência (Segep). A reunião teve a presença dos representantes do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol-MA), da Associação dos Servidores da Polícia Civil do Maranhão (Aspcema) e da Associação de Polícia Técnico-Científica do Maranhão (Apotec-MA).

 

O secretário da Segep, Felipe Camarão, recebeu do sindicato ofícios que tratam sobre as demandas da categoria e reafirmou o propósito do governo de buscar soluções. “Queremos ter uma relação harmoniosa e permanente diálogo com os servidores. Por isso, nos dispomos a analisar as questões e adotar medidas para resolver as diversas distorções que estamos encontrando”, observou o secretário.

 

Segundo o presidente do Sinpol, Heleudo Moreira, o intuito das entidades é buscar aproximação com o poder público, para que haja avanços nas reivindicações da categoria. “Estamos buscando diálogo com este governo em que depositamos esperanças de evolução na segurança pública do Maranhão. Precisamos do apoio da gestão para que possamos reverter este quadro de insegurança que nossa sociedade não aguenta mais”, declarou.

 

O secretário Jefferson Portela destacou que as reivindicações feitas pela classe fortalecerão o sistema de segurança como um todo. “Já havíamos discutido antes na SSP com estas entidades, pois acreditamos ser de grande importância esta aproximação. Estamos conhecendo as demandas e julgamos ser algo muito importante, que fortalecerá o sistema como um todo, resultando em benefícios para a sociedade”, disse.



SSP

10:17 - 16/01/2015






Desenvolvido por Adriano Marinho