Sargento da PM é morto em troca de tiros no Recanto Turu

Sargento foi baleado após tentar impedir assalto em São Luís (Foto: Divulgação/SSPMA)

Um sargento da Policia Militar morreu após ser baleado por dois homens, na Rua 4 do Recanto Turu, região do Parque Vitória, em São Luís, na noite desta quinta-feira (30). Ele foi identificado como Nilson César Castelo Branco e era lotado no 8º Batalhão da PM.

Segundo informações da PM, o policial passava pelo local quando flagrou a ação dos assaltantes contra um estabelecimento comercial e tentou intervir. 

Ele teria dado voz de prisão, mas os homens resistiram e atiraram contra o militar. Na troca de tiros, o suspeito que conduzia a moto foi alvejado. O assaltante que estava na garupa conseguiu acertar o policial.

O PM estava à paisana e foi atingido por um tiro no peito, de acordo com a polícia. O Instituto Médico Legal (IML) fez a retirada do corpo do PM do local. A polícia faz buscas para encontrar o suspeito que fugiu.

O suspeito baleado foi encaminhado para o Hospital Clementino Moura (Socorrão II), na Cidade Operária. Ele foi identificado como Cleilson Sodré Moraes, 31 anos, e era foragido de Pedrinhas. Suspeito saiu após receber beneficio de saída temporária no fim do ano passado, mas não retornou a penitenciária.

Em nota enviada ao G1,  a Secretaria de Segurança Pública afirmou que o serviço de Inteligência da Polícia Militar tenta identificar e prender o outro suspeito que conseguiu se evadir do local e também informou que será aberto inquérito policial por meio da Polícia Civil para investigar o caso. Veja a íntegra da nota abaixo:

NOTA

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Polícia Militar, informa que a morte do sargento Nilson Castelo Branco, na noite desta quarta-feira (30), na Rua 4, no Recanto do Turu, está confirmada. O militar que era lotado no 8º Batalhão da PM e prestava serviço no Posto do Parque Jair, teria reagido a uma tentativa de assalto a um estabelecimento comercial, quando foi alvejado por dois homens que estavam em uma moto.

A PM relatou que mesmo ferido o militar ainda teria baleado um dos homens, que foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e conduzido para o Socorrão II. O serviço de Inteligência da Polícia Militar atua na investigação do caso e está realizando diligências no local e bairros adjacentes no intuito de identificar e prender o outro suspeito que conseguiu se evadir do local. A Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), também informa que será aberto um inquérito policial por meio da Polícia Civil para investigar o caso


G1

09:52 - 01/05/2015






Desenvolvido por Adriano Marinho