O ex-chefe da Casa Civil de Roseana, João Abreu se entregou à polícia ao desembarcar no aeroporto de São Luís no começo da tarde de ontem

O ex-chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney, João Guilherme Abreu, se entregou à polícia no inicio da tarde de ontem, sexta-feira, momento em que desembarcava no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís. 

João Abreu estava retornando de São Paulo onde viajara a negócios, quando a polícia já o aguardava próximo a aeronave. Abreu teve prisão preventiva decretada pelo juiz Osmar Gomes na quinta-feira, 24. Ele tomou a iniciativa de se entregar após a operação de busca e apreensão realizada na tarde de ontem em seu apartamento, na península da Ponta D´Areia.

João Abreu foi indiciado por suspeita de corrupção, acusado de receber R$ 3 milhões em propina no caso do pagamento de precatório à Constran, no valor de total de R$ 124 milhões dividido em 24 parcelas. Esse desfecho se deu num processo que corre desde o primeiro semestre deste ano em segredo de Justiça.

É bom lembrar que o início das investigações se deu  na Operação Lava Jato, com depoimentos de Alberto Youssef,  sendo que o STJ mandou a polícia do Maranhão fazer investigações, ainda em 2014, durante o governo de Roseana Sarney. João Abreu foi levado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima.

 

07:37 - 26/09/2015






Desenvolvido por Adriano Marinho