Saiba como realizar procedimentos bancários durante a greve

Durante a greve os cidadãos poderão utilizar dos serviços das agências privadas que não aderirem ao movimento, conforme explica o vice-presidente do Sindicato dos Bancários do Maranhão. “Todas as agências bancárias privadas são obrigadas a atenderem a população, caso os funcionários trabalhem normalmente. Se a agência não aderir ao movimento, ele é obrigado por Lei a realizar esse atendimento à população. Existe o normativo do Banco Central nº 3694, que obriga os bancos a disponibilizarem atendimento de guichê de caixa. Os bancos têm que dar alternativa”, destacou Cláudio Costa.
Como proceder durante a greve
De acordo com a Febraban, será possível que o cidadão realize seus procedimentos bancários durante a greve, sem maiores prejuízos. Em contato com o jornal O Imparcial, a Federação informou que as operações poderão ser executadas por meio de: caixas eletrônicos, correspondentes bancários, internet banking, mobile banking, banco por celular; cheques e débito automático.
Caixas Eletrônicos
Os saques noturnos são limitados a R$ 300,00 e o valor para saque diurno varia dependendo da instituição financeira. Para transferências de valores de banco para banco: a partir de R$ 1.000 para TED (a transferência cai no mesmo dia) e até R$ 5.000 para DOC.
Por esse canal é possível realizar as seguintes operações:
Pagar contas: Pagamento de contas(não vencidas); agendamento de pagamentos e DOC; Pagamento e de cartão de crédito.
Saques e depósitos: Saques / retirada de folha de cheque; depósitos em dinheiro ou cheque; consulta e retirada de saldo/extrato; transferências; saques de benefícios sociais (INSS, PIS/Abono Salarial, FGTS, etc).
Outros serviços: Bloqueio de cartão; empréstimo pessoal (CDC); resgate de investimento e solicitação de débito automático.
Correspondentes
Os correspondentes são: supermercados, casas lotéricas e postos dos Correios. As casas lotéricas, por exemplo, funcionam durante o horário comercial.
Por esse canal é possível realizar as seguintes operações:
Pagar contas: Água; luz; telefone – com ou sem fatura; tributos municipais e estaduais; boletos de bancos; carnês; INSS / GPS; FGTS-GRF / GRRF / GRDE (com código de barras) e Contribuição sindical (em dinheiro).
Sacar dinheiro e benefícios: Bolsa família; INSS; FGTS; Seguro desemprego; PIS; com cartão magnético – limitado à R$ 1.000,00 ou três transações diárias.
Depositar: Em conta corrente ou em conta poupança. Operação limitada à R$ 1.000,00 ou em até três transações por dia.
Outros serviços: Consulta de saldos e extratos de contas correntes e de poupanças; fazer Declaração Anual de Isento (Imposto de Renda); entrega de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados, pensionistas do INSS, empregados de empresas conveniadas e recarga de celular pré-pago.
Internet banking
Por esse canal é possível realizar as seguintes operações:
Consultas: Saldo; extrato; lançamentos futuros; extrato de compras com Cartões de Débito; informe de rendimentos; investimento; poupança; aplicações e transações agendadas.
Pagamentos: DDA- Débito Direto Autorizado; Agendamento de pagamento de contas (água, luz, telefone e gás); bloqueto de cobrança; DARF / DARF Simples; DAS - Documento de Arrecadação do Simples Nacional; GFIP – FGTS; GPS – INSS; IPVA; DPVAT; IPTU/ISS; GRCS; ISS; licenciamento de veículos; e recarga de celular.
Transferências: Entre outros bancos; TED e DOC eletrônico.
Outros Serviços: Solicitação e desbloqueio de talão de cheques; solicitação, consulta e cancelamento de débito automático; empréstimos e outros.
Mobile banking
Por este canal, geralmente, é possível consultar saldos, verificar extratos, contas de investimentos, home broker (compra e venda de ações) e pagar títulos via Débito Direto Autorizado - DDA, mas este serviço varia conforme cada instituição e o seu relacionamento com o cliente.
Para ter acesso a este serviço, o cliente deve baixar o aplicativo (app) da instituição diretamente no celular, a partir do site do banco e das lojas virtuais de aplicativos.
Banco por telefone
Todos os bancos oferecem um serviço telefônico pelo qual o cliente pode tirar dúvidas sobre serviços e realizar transações financeiras, tais como pagamento de boletos não vencidos, contas de consumo (ex. água, luz, gás, telefone), consulta de saldos e pagamentos de impostos.
Pagamentos: Pagamento de boleto a vencer da mesma instituição e de outras, pagamento de conta de consumo (água, luz, telefone, gás) e pagamento de imposto e taxas.
Consultas: Consulta de saldo, fatura do cartão de crédito, entre outros.
Agências bancárias: Se for indispensável ir até uma agência bancária, o cliente pode consultar o site BuscaBanco (www.buscabanco.com.br) da FEBRABAN, para localizar o endereço de agencias bancárias e postos de atendimento.
Pauta Geral dos bancários
- Reajuste salarial: 35%;
- PLR – 25% do lucro liquido distribuído de forma linear;
- Piso salarial do Dieese – R$ 3.377,66;
- Isonomia ;
- Fim das metas;
- Fim da mesa única da Fenaban, negociação direta com o governo;
- Estabilidade no emprego durante a vigência do Acordo;
- Liberação de todos os diretores eleitos;
- Plano de saúde para os bancários após a aposentadoria;
- Contratação de mais bancários e abertura de novas agências;
- Todos os bancários, inclusive o gerente geral, passem o ponto eletrônico;
- Insalubridade e periculosidade para os bancários detentores de segredo e chaves;
- Tíquetes: manter 100% dos tíquetes para os bancários que estejam de licença-médica;
- Fim do assédio moral;

O Imparcial

09:36 - 06/10/2015






Desenvolvido por Adriano Marinho