Semana Nacional da Conciliação começou em Santa Inês

Os tribunais brasileiros, em parceria com o Conselho Nacional da Justiça (CNJ), promovem a partir desta semana, no período de 23 e 27 de novembro, a 10ª Semana Nacional da Conciliação. Para o período, o Judiciário do Maranhão agendou o total de 13.193 (treze mil cento e noventa e três) audiências, espalhadas pelas varas e juizados de São Luís e do interior do estado, somando 117 unidades.

Em Santa Inês, a Semana iniciou na segunda-feira, 23, no Fórum João Miranda Sobrinho. Durante o dia de ontem, terça-feira, foram realizadas em torno de 41 audiências pelo Juiz Alessandro Bandeira, do Juizado Especial, na sala de audiência da 3ª Vara.

Durante a semana, serão aproximadamente 153 processos de conciliação. O juiz enfatiza que se trata “de uma política pública de grande realce na vida do cidadão, visto que otimiza a solução de conflitos e minimiza os efeitos negativos da avalanche de processos judiciais, já que muitos aguardam prestação jurisdicional decisória”.

Para o período, o Judiciário do Maranhão agendou o total de 13.193 (treze mil cento e noventa e três) audiências, espalhadas pelas varas e juizados de São Luís e do interior do estado, somando 117 unidades.Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) também vão promover audiências, um total de 1.211 (mil duzentos e onze). No ano passado, no Judiciário do Maranhão, foram programadas 10.726 audiências.

 

PROCESSOS EM PAUTA

As sessões conciliatórias deste ano envolvem questões relacionadas a instituições financeiras, concessionárias de energia elétrica, operadoras de telefonia celular. Também fazem parte divórcio, pensão alimentícia, entre outras.

A Semana Nacional da Conciliação foi Criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o objetivo de disseminar a cultura da paz e do diálogo. Trata-se de um esforço concentrado da Justiça brasileira para solucionar o maior número possível de litígios por meio da conciliação.


11:44 - 25/11/2015






Desenvolvido por Adriano Marinho