Secretário de Educação ameaça cortar ponto de professores grevistas

O Secretário de Educação do Estado, Lourenço Vieira da Silva, divulgou nota dando um ultimato aos professores em greve. O secretário ameaça a categoria garantindo quem não retornar ao trabalho terá o ponto cortado e estará sujeito a outras sanções, que podem chegar até ao abandono do emprego, o que implica demissão por justa causa. A Justiça decretou na última segunda-feira (2) a ilegalidade da greve. Os professores realizaram uma Assembléia Geral, nesta sexta-feira, 6, onde decidiram em permanecer em greve por tempo indeterminado. Ao mesmo tempo, ingressaram na Justiça com um contra-ataque ao decreto de ilegalidade, acreditando que, devido a erros processuais, ela pode cair.

16:34 - 07/07/2007






Desenvolvido por Adriano Marinho