BRASÍLIA-Lista tem 68 mil pessoas aguardando transplante de órgão

O secretário da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, Rafael de Aguiar Barbosa, informou, em entrevista à Rádio Nacional, que a lista de espera por um transplante de órgão já tem 68 mil pessoas, e cresce de 10% a 20% ao ano. “É até ilusão a gente achar que vai acabar ou zerar com qualquer lista de espera. A única lista de espera que a gente pode pensar, que é real, que você pode zerar, é a lista de (transplante) córnea. O grande desafio é saber aproveitar esses órgãos e transplantar cada vez mais”, disse Barbosa. Segundo o Ministério da Saúde, o governo espera aumentar significativamente o número de doadores de órgãos até 2007 para zerar a fila de espera por uma córnea e reduzir à metade as filas por medula óssea e órgãos sólidos (rim, coração, pulmão, pâncreas e fígado). “O número de transplantes é reflexo de um sistema de saúde de qualidade. E com o aprimoramento do nosso sistema de saúde, nós vamos ter também o transplante crescendo cada vez mais”, disse Barbosa. Segundo ele, um exemplo claro foi Brasília. “A cidade foi referência em transplante por muitos anos, com a crise que abateu a saúde pública do Distrito Federal, o transplante também despencou”. A Associação Brasileira de Transplante de Órgãos lançará nesta quarta feira (27) a 8ª Campanha Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. O contato com as centrais estaduais de transplante é feito pelo Disque Transplante, no número 0800-61-1997.

09:08 - 27/09/2006






Desenvolvido por Adriano Marinho