Agentes comunitários de saúde recebem capacitação

Está sendo realizada hoje (29) uma capacitação para os agentes comunitários de saúde sobre o câncer colo do útero, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde. O principal objetivo é humanizar o atendimento e melhorar o trabalho desenvolvido por esses profissionais. Os ACS estão sendo treinados para fazer a abordagem correta nas mulheres em idade de risco (de 26 a 56 anos), pois eles trabalham na educação em saúde e são os propagadores da prevenção. A partir do treinamento, eles estarão mais habilitados para buscar em suas áreas as mulheres sexualmente ativas suscetíveis ao câncer de colo de útero, para trabalhar a questão da prevenção.

 

A falta de informação ainda é o principal obstáculo para a população, “85% dos cânceres que temos hoje são preveníveis, no entanto, é muito alto o índice de mulheres que são acometidas com câncer do colo do útero. Segundo a coordenadora do Programa da Mulher, Graça Dantas, os dados são alarmantes, e por isso é necessário intensificar as ações de prevenção.

 

O câncer de colo do útero é o terceiro tipo de câncer mais comum na mulher, depois dos cânceres de pele e de mama. Além de muito comum, a taxa de mortalidade no Brasil é alta, porque muitas mulheres não fazem a prevenção e só descobrem a doença em fase adiantada. Quando descoberto e tratado a tempo, o câncer de colo do útero tem cura completa.

 

Todas as mulheres que iniciaram a atividade sexual, independente da idade, devem fazer regularmente o exame preventivo, também conhecido como Papanicolau. O preventivo é feito através de um exame ginecológico, com coleta de material do colo do útero (pela vagina). Este material é encaminhado ao laboratório para análise.


Imirante

18:00 - 29/05/2013






Desenvolvido por Adriano Marinho