Inaugurado novo centro de diagnóstico por imagem no Hospital Geral

O centro de diagnóstico por imagem do Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho foi inaugurado, nesta quarta-feira (29), pelo secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad. O serviço é composto por um centro tecnológico de comando e acompanhamento, de um aparelho de tomografia computadorizada (TC) de última geração e duas salas de raio-x.

O setor destinado a atender uma demanda de exames solicitados pelo Hospital Geral e por outras unidades que compõem a rede estadual de saúde foi inaugurado pelo secretário Ricardo Murad e pelo diretor do hospital, Luis Alfredo Guterres. Profissionais de saúde e convidados também puderam conhecer o moderno sistema para a realização de diversos exames, como estudo detalhado da traquéia, de nódulos pulmonares, angioplastia computadorizada e estudo coronário de todo o sistema cardíaco (coração, veias e artérias), permitindo indicações mais precisas nos quadros dos pacientes, auxiliando o médico na investigação clínica.

De última geração e representando o que há de mais moderno no mercado de tomógrafos, o aparelho Optima GE-healtcare é o segundo deste porte no Nordeste. Além do Maranhão, há apenas mais um em funcionamento no estado da Bahia, atuando em rede privada de saúde.

“Isso é a prova de que o Governo do Maranhão não mede esforços para implantar um serviço de qualidade colocando o que há de melhor na sua rede de saúde, dando melhor qualidade de atendimento aos nossos pacientes”, avaliou o Ricardo Murad, anunciado que mais um equipamento deste porte já foi adquirido e será instalado em breve no Hospital de Referência Estadual de Alta Complexidade Carlos Macieira (HCM).

Segundo Luis Alfredo Guterres, o equipamento representa maior confiabilidade nos diagnósticos, com menor exposição do paciente a radiações pelo fato de realizar em tempo médio de apenas 9 segundos exames em que antes se gastava até 50 minutos. Além disso, esse centro tecnológico vai permitir que o resultado do exame seja quase que imediato ao pedido de realização do mesmo, possibilitando ao médico iniciar o tratamento com base em dados confiáveis.

 

 

 

“Isso vai possibilitar um ganho enorme na quantidade de exames a serem realizados, chegando a uma faixa de 70 a 80 exames por dia, quando realizávamos uma média de 15 a 20”, explicou o diretor. 

 

 

 

 

 

 

 

Parceria

Convidado pelo secretario Ricardo Murad para conhecer o que está sendo feito pelo Governo do Estado na área da saúde, o reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), José Augusto de Oliveira, assistiu a um vídeo sobre as realizações do programa Saúde é Vida e a expansão da rede de serviços no estado. Ele declarou estar impressionado com os avanços conseguidos, capacidade instalada, reestruturação da rede de atendimento e, principalmente, com a modernização tecnológica nas unidades do estado, e garantiu não medir esforços para atender ao pedido de Ricardo de expandir o  curso de medicina da instituição no estado.

“Nós temos todo interesse em contribuir com a formação de novos médicos, por isso vamos nos reunir com os técnicos da secretaria e buscar soluções para ampliarmos o numero de vagas e para a implantação do curso em outros polos da Uema”, disse ele.

A solicitação feita pelo secretário de Saúde tem um peso maior porque está em evidência a questão da escassez de médicos em todo o Brasil, principalmente especializados. “É necessário traçar um plano de ação conjunto para um entendimento com o Ministério da Saúde (MS) para formar mais médicos, implantar mais cursos de medicina e residências médicas e atender a uma demanda gerada inclusive pelo crescimento e fortalecimento da nossa rede”, disse Ricardo Murad.


SES

09:07 - 31/05/2013






Desenvolvido por Adriano Marinho