Protesto interdita trânsito na `Estrada do Arroz´, em Imperatriz

Em Imperatriz, moradores dos povoados localizados ao longo da `Estrada do Arroz´ interromperam a rodovia para exigir o asfaltamento da estrada por onde é transportada parte da produção agrícola da região tocantina. As condições da estrada deixaram muitas comunidades praticamente isoladas.

Os manifestantes interditaram a rodovia em dois pontos, por quase toda a amnhã desta quinta-feira (24): o acesso à rotatória da Estrada do Arroz e na entrada de uma fábrica de papel e celulose. Eles cobram a pavimentação da estrada até o município de Cidelândia. “As pessoas que trabalham e que precisam estudar não têm como sair de lá para cá”, reclamou a dona de casa Raimunda França.

Para chegar ao trabalho, muitos funcionários da fábrica tiveram que seguir a pé e uma longa fila de veículos logo se formou na rodovia estadual. Dezenas de carretas que transportam eucalipto ficaram impedidas de abastecer a indústria.

Segundo os manifestantes, 14 povoados estão sendo prejudicados pelos problemas na estrada. “O que queremos apenas é o nosso direito de ir e vir. E que alguém tome providências”, garantiu o motorista Hércio Lima.

De acordo com a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sindra), recuperação total da Estrada do Arroz foi licitada a ordem de serviço expedida. A previsão é que em 20 dias o trabalho comece, mais ainda hoje técnicos do Sinfra estariam a cidade para avaliar os pontos mais críticos e fazer um serviço paliativo.


SSP

17:10 - 24/04/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho