Lutador de jiu-jitsu morre após competição em Imperatriz, MA

O lutador de jiu-jitsu Evandro Rosa Lima, o Urso Branco, morreu minutos depois de participar do campeonato maranhense da modalidade nesse domingo (24), em Imperatriz, no sul do Maranhão.

O Laudo do Instituto Médico Legal (IML) ainda não foi expedido, mas a principal suspeita é que a morte tenha sido causada por um infarto.

Segundo o presidente da Federação Maranhense de Jiu-Jitsu Wellington Meneses, o lutador teria sentido um enjôo depois da luta e, minutos depois, desmaiou. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço Móvel de Urgência e Emergência (Samu), mas não resistiu e faleceu.

"Era motivo de alegria pra gente vê-lo lutando porque ele era um pioneiro, né? Infelizmente aconteceu o óbito. Estamos todos muito trsites com isso", lamentou.

O treinador Marcos Norat explicou que além de treinamento, é exigido um laudo médico de cada participante como pré-requisita para a confirmação da inscrição em competições organizadas por federações. "Existe um atestado de aptidões físicas. Geralmente são analisadas frequência cardíaca, que é o que o médico faz, e passa o atestado baseado nisso, então, geralmente ele é atleta, está acostumado a fazer exercício", disse.

Além de lutador conhecido na região, a vítima era também policial militar e estava afastado da corporação há pelo menos três anos. De acordo com o comandante do  3º Batalhão da PM, a junta médica da instituição havia informdo que ele estava com problemas cardíacos.

A vítima era casado e tinha dois filhos. "Um cara desportista, que gostava de lutar, gostava do esporte e aconteceu esse trágico acidente com ele", disse o amigo Cabo Júnior.


G1

09:20 - 25/08/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho