Vara da Infância de Imperatriz premia vencedores de concurso sobre trabalho infantil

A Vara da Infância e da Juventude de Imperatriz premia nessa sexta-feira (10), os vencedores do Concurso Cultural e Redação, Fotografia e Desenho promovido pela parceria da Vara com o Ministério Público do Trabalho. A premiação acontece a partir das 18h30, na Arena Cultural do SALIMP – Salão do Livro de Imperatriz, no Centro de Convenções da cidade. Além da entrega dos prêmios, o evento conta com apresentações musicais e de malabaristas.

Segundo o juiz titular da Vara da Infância, Delvan Tavares, na ocasião serão premiados os três primeiros colocados na categoria redação e os primeiros colocados nas categorias fotografia e desenho. Cada aluno vencedor da categoria redação ganha um tablet. Já na categoria desenho o prêmio para o aluno vencedor é um notebook. Na categoria fotografia, o prêmio para o primeiro colocado é uma máquina fotográfica. Também recebem premiação os professores de cada aluno vencedor (um professor por aluno). O prêmio é um tablet. Já as escolas das quais os alunos são oriundos serão brindadas com um bebedouro industrial.

Tavares informa ainda que um bebedouro industrial será sorteado entre todas as demais escolas participantes do certame. Alunos e escolas também recebem o certificado de participação no concurso.

Representantes do Ministério Público do Trabalho - cuja parceria o magistrado destaca -, das Secretarias de Educação e de Cultura do município, Academia de Letras de Imperatriz, instituições de ensino que participaram do concurso e comunidade estão convidados a participar do evento.

Espetacular - Lançado no dia 12 de junho, o concurso, voltado para estudantes do ensino médio e fundamental de escolas públicas e privadas do município, celebrou o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado na data, e teve por objetivo alertar alunos, instituições de ensino e comunidade sobre o tema.

Na visão do juiz Delvan Tavares, o resultado da ação foi “espetacular”. O magistrado destaca as redações de alta qualidade redigidas pelos alunos participantes do certame, bem como os desenhos e fotografias “muito bons” que concorreram aos prêmios.

Segundo o juiz, mais de 30 escolas, entre instituições públicas e privadas de Imperatriz, tiveram representação no concurso.


TJMA

11:47 - 09/10/2014






Desenvolvido por Adriano Marinho